Sexta-feira, 19 de Maio de 2006

FAZER CONTAS

Sporting: O maior...

Ouvi ontem dizer que não há futuro sem presente. Vou recorrer a estas sábias palavras para não fugir da constatação de um futuro a ser construído presentemente em Alvalade – ou na Academia, se for preciso. Os alicerces para um grupo estável e de projecção e dividendos futuros minimamente garantidos estão em fase de sólida implementação entre os leões. A renovação do plantel – em paralelo com o seu rejuvenescimento – está em marcha e a projecção no futuro de valores firmados no futebol nacional – e, porventura, europeu – sob o signo do leão também. Liedson é um jogador de valor inestimável, embora, enquanto jogador, possa ser catalogado de vulgar... O 31 chegou, jogou, marcou, cresceu, elevou-se acima dos demais e... renovou por quatro anos. Polga, único campeão do mundo a actuar em Portugal – era bom que, no início da próxima temporada, pudéssemos acrescentar "até ao momento" – parece seguir-lhe as pisadas. Por seu turno, Douala, que poderia ter acertado a transferência para o "Boro" no último defeso, como fez Rochemback, não aceitou o desafio e... pede para sair. Os dividendos financeiros poderão não ser, agora, tão avultados como os que poderiam ser averbados na altura, mas os leões não enjeitarão um bom negócio pelo camaronês. Afinal, estão a tratar do futuro... que se constrói no presente.
 
Longa duração

"Uma renovação de contrato de longa duração implica sempre algum tempo, até porque é um contrato de quatro anos, mas penso que vamos chegar a acordo. O Polga esteve três anos aqui, está feliz e quer continuar"
 Gilmar Veloz, empresário de Polga, ontem

CONTAS: Internacionais

Onze, cinco, oito, dezasseis: é escolher. O onze que o Sporting dispensou para as selecções nacionais em competição que actuaram de leão ao peito é composto por Ricardo, Caneira (AA), João Moutinho, Nani, Custódio (Sub-21), André Marques, André Nogueira, Diogo Tavares, Paulo Renato, Pereirinha e Zezinando (Sub-19). Os cinco internacionais com vínculo aos leões que jogam pelas quinas são Semedo (Feirense), Lourenço (Leiria) e Varela (Setúbal) que jogam o Europeu Sub-21 e Mário Felgueiras (Espinho) e Yannick Djaló (Casa Pia), que disputam o Torneio de Toulon. Oito (ou eventualmente, nove, caso se concretize novo empréstimo de Caneira e seja incluído o guarda-redes Mário Felgueiras), serão os leões internacionais a realizar a pré-época às ordens de Paulo Bento – Ricardo, Moutinho, Nani, Custódio, André Marques, Zezinando e Djaló são certos. Dezasseis, o seu somatório. E se as contas forem alargadas os produtos da formação presentes nas selecções, há que adicionar Quaresma, Nuno Valente, Boa Morte, Ronaldo, Hugo Viana, Figo, Simão, Miguel... É uma questão de fazer as contas.

Jornal «O Jogo» de 19.05.2006

sinto-me: Sportinguista
publicado por onimixam às 22:48

link do post | comentar | favorito
|

arquivos

Abril 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

SPORTING

posts recentes

MELHOR DA EUROPA!

FORMAÇÃO

Actualização...

EXEMPLAR...

SELECÇÃO

JUNIORES

PEDRO BARBOSA

PRÉMIOS

SELECÇÕES

CAMPEÕES